18/06/2018

Usar o cinto de segurança salva vidas

Não é brincadeira: o utensílio pode aumentar em até 80% a chance de sobreviver
 
O uso do cinto de segurança é obrigatório. Disso todo mundo sabe, mas nem todos obedecem. Principalmente quando se trata dos passageiros no banco traseiro. 

Em situações de colisão ou freadas bruscas, o cinto impede que seu corpo se choque com o painel, para-brisas, ou até seja lançado para fora do veículo. Os passageiros sentados no banco traseiro, sem os cintos de segurança, não somente se põem em perigo, como também podem ferir os passageiros dos bancos dianteiros. Numa colisão frontal eles poderão chocar contra o banco à sua frente e causar lesões ao motorista ou ao carona.

Estatísticas sobre acidentes mostram que passageiros que usam corretamente os cintos de segurança, têm um risco menor de se ferirem e uma chance muito maior de sobreviverem num acidente, podendo chegar de 50% a 80% mais probabilidade de evitar lesões. Deve-se compreender que o cinto de segurança não vai impedir acidentes, mas pode atenuar as suas consequências, desde que usado corretamente.

Os cintos de segurança são desenvolvidos tendo por base uma pessoa adulta. Portanto, não devem ser usados por crianças com menos de 1,40m de altura. Para isso, estão as cadeirinhas especiais para bebês. Uma criança pequena solta dentro de um veículo pode morrer em um impacto de apenas 12 km/h, sendo jogadas contra os bancos ou o painel dianteiro. A batida de um carro em um objeto fixo a uma velocidade de 60km/h equivale a cair de um prédio de 4 andares (altura de aproximadamente 14 metros). Se a velocidade for de 80km/h, o impacto equivale ao de uma queda livre de 25 metros.


O cinto está ali para ser ocupado e é uma ferramenta para proteger a todos os que estão dentro do carro. Usá-lo é um ato de responsabilidade e preocupação. Mantenha-os a vista dentro de seu veículo e exija seu uso a todos os passageiros!

15/06/2018

Carboni Iveco Joinville em novo endereço

Concessionária amplia atendimento e leva soluções completas aos clientes da região.
A Carboni Iveco melhorou sua rede de atendimento em Santa Catarina com a instalação de uma nova casa em Joinville. A nova infraestrutura está na BR-101, no quilômetro 40, em frente a Makro, sentido sul, com área total de 9,5 mil metros quadrados. Dessa forma, a cobertura da Carboni na BR 101, conta agora com três concessionárias completas, junto a Palhoça e Itajaí. No sul a Carboni possui atendimento em outros cinco municípios: Rio do Sul, Videira, Concórdia e Chapecó em Santa Catarina, e Passo Fundo no Rio Grande do Su.
Rubens Aquino, gerente de vendas da Carboni Iveco de Joinville, conta que o atendimento no novo endereço começou em fevereiro de 2018. “Temos acesso simples e seguro para caminhões de todos os portes, no melhor ponto da cidade para o segmento”, comenta. “A Iveco e a Carboni acreditam na retomada do segmento de transporte em 2018 e baseados nisso, investimos na nossa nova estrutura, acreditando que com toda nossa linha de veículos temos muito a oferecer a nossos clientes. Lembrando que a Iveco é uma marca que oferece em sua gama desde caminhões leves, com a linha Daily, até a os extrapesados, com nossos caminhões HiWay”, completa.
Luiz Carboni, diretor comercial da Carboni, comenta que Joinville e região formam um dos principais mercados de atuação da empresa. “Investimos não só em infraestrutura, mas também na equipe para atendimento. Temos como compromisso oferecer o melhor suporte ao cliente, incluindo soluções em caminhões novos, usados, consórcios, seguros, peças, serviços especializados e pneus”, afirma. 
Ricardo Barion, diretor de Marketing e vendas da Iveco para a América Latina, agrega que a Carboni é um dos principais parceiros da marca no Brasil. “Em 2018, continuamos dando sequência ao nosso plano de expansão da capilaridade e padronização dos serviços da rede, e a Carboni é peça fundamental nesse processo”, diz. Segundo Ricardo, o atendimento tanto em venda como em pós-venda é a principal ferramenta para fidelizar clientes. “A Carboni tem realizado um trabalho de alto nível nesse sentido. É nas ações diretas com os consumidores que uma marca se consolida no mercado em que atua. Santa Catarina é muito importante para a Iveco e a operação em Joinville vai afirmar ainda mais nossa presença na região”, comenta.
A nova estrutura oferece toda a gama de veículos da marca Iveco e conta com ampla oficina e estoque de peças e pneus. Idevaldo Carboni, diretor de pós-venda da Carboni Iveco, conta que estão disponíveis na concessionária 27 boxes para serviços de mecânica. “São 22 boxes para veículos médios e pesados e 5 específicos para leves. Além disso, entregamos suporte completo ao transportador, com Pneus Continental, um dos maiores estoques de peças Iveco do Brasil e um investimento na capacitação técnica dos profissionais de pós-venda para garantir a satisfação dos clientes da marca”, diz. 
A empresa Transportes Daniel já é uma das clientes da nova concessionária. A transportadora começou a trabalhar com a Iveco em 2005, e desde então se gerou uma relação de confiança com a marca. Com uma frota de 45 caminhões, sendo 22 Iveco, a transportadora destaca a agilidade dos serviços e do atendimento em geral que a Carboni oferece em Joinville. 

Destaques no mercado

Todo o segmento de transporte rodoviário se mostra confiante para os resultados do mercado no ano de 2018. Para a nova concessionária da Carboni em Joinville não é diferente. Luiz Carboni comenta que o setor vem respondendo muito bem em comparação aos anos anteriores. “Apesar das paralisações o mês de maio foi de alta nas vendas se comparar com o mesmo período do ano passado, acreditamos que o Brasil vai superar as dificuldades e voltar a crescer e gerar oportunidades”, afirma. 

Os novos lançamentos da marca também vêm conquistando bons resultados em Santa Catarina. Rubens Aquino cita o produto da Iveco destaque no transporte de Joinville em 2018. “Recentemente fizemos uma ação de marketing, disponibilizando a vários clientes da região o nosso lançamento Tector 240E30 Auto Shift. Eles ficaram encantados após uma semana de test drive e isso vem gerando novos negócios na concessionária”, conta. 
Ricardo Barion agrega como aposta para distribuição urbana o novo Daily City 30S13, que foi projetado para atender o segmento de cargas fracionadas, como o e-commerce. “Até 2030, 90% dos brasileiros irão viver em áreas urbanas. Acompanhamos os novos comportamentos de compra da sociedade, que atualmente tem no smartphone a principal ferramenta de comércio eletrônico”, diz. Joinville é a maior cidade de Santa Catarina, sendo também um foco para este nicho de transporte. 


Serviço:
Endereço: Rod. BR 101 KM 40, S/N – Nova Brasília. 

CEP 89213-215 – Joinville-SC
Telefone: (47) 3130-7050
site: www.carboniiveco.com.br


12/06/2018

Daily City 30S13 chega na Carboni nas versões cabine e furgão

Mercado de cargas fracionadas passa a contar com o modelo nas versões chassi cabine e furgão, que proporciona agilidade, conforto e economia de combustível.
Na trilha da consagrada Daily 35S14, referência nos Leves e líder há mais de 10 anos no segmento de chassi cabine no mercado brasileiro, a IVECO apresenta a versão 30S13, chassi cabine e furgão, que foi projetada para atender o transporte de cargas fracionadas, como o e-commerce, comerciantes e empreendedores.
A Daily City 30S13 foi fabricada no Complexo Industrial da IVECO em Sete Lagoas (MG), tem altura reduzida que proporciona maior conforto para o acesso do motorista na cabine. Outro destaque é a facilidade para carga e descarga, o que permite melhor acesso a docas e garagens com limitação de altura.
A sua versatilidade vem combinada com o novo motor F1A e o eixo traseiro NDA-SW, ambos fornecidos pela FPT Industrial, um dos maiores fabricantes de motores e eixos do mundo. A solução desenvolvida localmente entrega ao utilitário robustez e economia de combustível próprios para a missão de entregas em centros urbanos. Isso sem falar da longa experiência da FPT Industrial na produção de motores para veículos comerciais leves em todo o mundo, com mais de 2 milhões de unidades entregues, e eixos, para os segmentos leve, médio e pesado, em mais de 25 diferentes modelos.
Compacto, já consagrado na Europa e mais adequado a ciclos urbanos, o F1A, de 2,3 litros, entrega 130 cv de potência a 3.600 rpm e torque de 320 Nm de 1.800 rpm a 2.500 rpm, com injeção Common Rail de última geração e sistema EGR, que dispensa o uso de Arla 32. Para o IVECO Daily City, recebeu novas calibrações de potência e transmissão, obtendo ganho em desempenho e menor consumo de combustível.

O F1A do IVECO Daily City utiliza correia dentada com duplo comando de válvulas no cabeçote. Essa formatação gera leveza ao motor, bem como a redução do nível de ruído. O motor dispõe de quatro válvulas por cilindro, sistema de válvula hidráulica que dispensa manutenção, e sistemas de admissão de ar avançado. A distribuição de potência e torque é feita de maneira inteligente para que o desempenho e a economia de combustível ocorram em qualquer situação.

O sistema EGR recircula os gases de escape, sendo a solução mais adequada para os veículos comerciais leves atendendo todos limites estabelecidos pelas normas de controle de emissões conforme Proconve L6/Euro 5. Em termos econômicos, por não requerer a utilização do Arla 32, associada ao baixo consumo de combustível, torna o custo operacional do motor um dos mais baixos da categoria. O turbocompressor é configurado para minimizar o consumo e proporcionar resposta imediata na aceleração.

O IVECO Daily City recebeu atenção especial na capacidade de carga com a adoção do eixo traseiro FPT NDA-SW, próprio para a missão de entregas em centros urbanos. De tração traseira, o eixo melhor estabilidade e mais força na operação. Conta com semi-árvores do tipo semiflutuante de fácil reparação e uma eficiência maior de 98%, devido a otimização de perdas por atrito. A relação 4,86:1 disponibiliza mais força sem penalizar o consumo de combustível.

FICHA TÉCNICA

Motor FPT F1A
Cilindrada total: 2.3L
Número de cilindros: 4 em linha
Número de válvulas: 16
Ciclo: Diesel – 4 tempos
Combustível: Diesel
Potência máxima do motor: 130 cv a 3.600 rpm
Torque máximo do motor: 320 Nm de 1.800 rpm a 2.500 rpm
Tipo de aspiração: Turbocompressor com Intercooler
Tipo de turbo: WG – Wastergate
Tipo de comando de válvula: DOHC
Sistema de injeção: Bomba de alta pressão Bosch/CP1H
Capacidade do cárter 4,3L
Bloco do motor (Material): Ferro fundido
Cabeçote (Material): Alumínio
Peso drenado: 222kg

Eixo traseiro NDA-SW
Tipo de eixo: traseiro simples
Peso bruto do eixo: 2,45 ton.
Peso bruto do veículo: 3,5 ton.
Peso bruto combinado (Reboque): 7 ton.
Tipo de pinhão: helicoidal
Diâmetro da coroa: 225 mm
Range relação coroa/pinhão: 2,92 – 5,63
Máximo torque de entrada (Fadiga): 1000 Nm
Máximo torque de entrada (Pico curta duração):4000 Nm
Tipo de suspensão: feixe de mola/ar
Capacidade de lubrificante no diferencial: 1,35L
Tipo de freio: disco com ABS
Diferencial blocante: não disponível
Peso do eixo completo: 128 kg

11/06/2018

Álcool e direção: uma mistura perigosa

Lei Seca ajuda, mas não evita alto número de acidentes de trânsito.
A bebida alcoólica ou o uso de outros entorpecentes está presente entre os fatores para um comportamento de assumir riscos. Entre eles, sonolência, distração, desconsideração de regras e superestimação de habilidades. Por mais que existam desculpas como a pressão dos prazos, longas jornadas de trabalho, assaltos na estrada, poucas horas de sono, ausência da família, entre outras, a mistura de álcool ou drogas com direção nunca será uma boa solução. 

Isso por que, ao utilizar qualquer entorpecente, o motorista terá seus sentidos alterados e seu tempo de reação não será o mesmo que quando estiver lúcido. A presença de álcool no sangue do condutor reduz sua atenção, diminui a capacidade de avaliação crítica, prejudica a percepção da velocidade dos obstáculos e do cálculo da distância segura para realizar uma ultrapassagem. Interfere, ainda, nas habilidades psicomotoras, reduzindo a coordenação motora, os reflexos e a habilidade de controlar o veículo (manter a trajetória, realizar curvas, etc.).

A preocupação com a conscientização dos condutores quanto a esse comportamento de risco é tanta que o Código de Trânsito Brasileiro - CTB prevê uma punição mais severa para quem for flagrado dirigindo embriagado. Está sendo aplicada infração gravíssima, perdendo 7 pontos na CNH, recebe multa de R$ 2.934,70, e ainda perde o direito de dirigir pelo período de 12 meses. Além disso, a Carteira de Habilitação será recolhida pela autoridade e o veículo será retido. Em caso de reincidência dentro de 12 meses, a multa dobra. As mesmas medidas serão tomadas para quem insistir em não fazer o teste de alcoolemia, exame clínico, perícia ou outro procedimento que permita certificar influência de álcool ou outra substância psicoativa. Além disso, está permitido ao agente de trânsito utilizar depoimentos de terceiros, vídeos, fotos e outras evidências de que o condutor ingeriu qualquer substância antes de dirigir. Cuide-se, e assim estará cuidando a todos ao seu redor!

04/06/2018

Jogar lixo na rodovia pode dar multa

Também deixa obstáculos na pista e causa danos ao meio ambiente.
Quem atirar qualquer objeto pela janela do carro em uma rodovia, pode colocar a vida de dezenas de pessoas em risco. Uma bituca de cigarro, por exemplo, pode acabar em um grave incêndio. Restos de comida atraem animais, que podem provocar acidentes com veículos. Objetos de metal no asfalto podem ser arremessados com a mesma velocidade de uma bala pelos pneus de carros e caminhões. Até mesmo o mosquito da dengue pode se reproduzir em latas, garrafas e outros objetos. Mas apesar dos alertas, o risco é ignorado.

Todos os anos, toneladas de lixo são retiradas das rodovias por concessionárias ou serviços contratados. Ainda assim, não supera o volume de resíduos deixados por usuários em viagem, que atiram objetos pela janela, ou por comunidades que vivem próximas das rodovias. Outro problema é a obstrução do sistema de drenagem na pista, causado pelo entupimento das canaletas coletoras de água, o que pode facilitar a aquaplanagem dos veículos em dias de chuva.

O ideal é que o motorista tenha um pequeno reservatório de lixo no próprio veículo para evitar o descarte incorreto pelas ruas e rodovias. Arremessar lixo em uma rodovia é considerado infração média pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que prevê multa e perda de quatro pontos na Carteira de Habilitação. Dependendo do volume de dejetos abandonados, o motorista pode responder a processo por crime ambiental.

24/05/2018

Iveco apresenta Daily City para imprensa

Na trilha da consagrada Daily 35S14, referência nos Leves e líder a mais de 10 anos no segmento de chassi cabine no mercado Brasileiro, a IVECO apresenta a versão 30S13, chassi cabine e furgão, que foi projetada para atender o transporte de cargas fracionadas, como o e-commerce, comerciantes e empreendedores.
Os pontos que fazem da linha Daily sucesso de vendas são a versatilidade, a robustez, por meio da estrutura chassi, economia de combustível e o conforto, que proporciona ao motorista uma direção suave no transporte urbano. "Entramos para a disputa de um novo mercado com o lançamento da Daily City. O produto vem de encontro com o crescimento das cidades, e atende ao empresário de diversos setores que precisa de um veículo para entrega ou compra de matéria-prima", afirma Ricardo Barion, diretor de Marketing e Vendas da IVECO para a América Latina.
O veículo tem PBT Técnico de 3,5 toneladas e livre circulação em grandes cidades por estar na categoria comercial leve, que permite ao motorista a utilização de carteira de habilitação B. O objetivo da marca é atender ao crescente mercado de distribuição urbana. Barion destaca que, até 2030, 90% dos brasileiros irão viver em áreas urbanas, onde 70% do PIB do país é gerado:"O aumento da demanda e do consumo impacta no surgimento de empresas para atender a essa nova realidade".

A internet e a conectividade, principalmente por meio de smartphones, alavancou o crescimento do comércio eletrônico. Esse nicho de mercado cresce, em média, de 15% a 20% ao ano, e trouxe mudanças na logística de distribuição, com entregas mais capilarizadas e flexíveis. "Vamos ampliar nossa participação nesse segmento do transporte e consolidar, ainda mais, a IVECO como referência no mercado de Leves”, completa o executivo.
A montadora tem a gama mais versátil de veículos comerciais leves, que vai de 3,5 a 7 toneladas de Peso Bruto Total Técnico, nas versões chassi cabine simples, cabine dupla e furgão.

Daily City 30S13
Fabricada no Complexo Industrial da IVECO em Sete Lagoas - MG, a Daily City 30S13 tem altura reduzida que proporciona maior conforto para o acesso do motorista na cabine. Outro destaque é a facilidade para carga e descarga, o que permite melhor acesso a docas e garagens com limitação de altura.
O modelo é mais leve, com redução da tara para um aumento da capacidade de carga útil. A potência e o torque se devem ao novo motor da FPT Industrial, F1A de 2,3 litros, já consagrado na Europa e mais adequado a ciclos urbanos, proporcionando economia de combustível. O propulsor, que une desempenho e economia de combustível, de até 10%, em comparação com os principais concorrentes, tem 130 cv de potência, e conta com a tecnologia EGR, que dispensa o uso de Arla.
Se a força está garantida, o conforto recebeu atenção especial. A nova suspensão dianteira, independente com mola transversal de última geração, melhora a dirigibilidade e amplia a sensação de direção de um automóvel. O novo chassi composto com um novo eixo traseiro da FPT industrial, mais moderno e adequado para a missão de entregas em centros urbanos, auxiliado pelo novo conjunto de suspensão traseira com molas parabólicas e barra estabilizadora, reduz vibrações e torna a condução ainda mais suave.

23/05/2018

Celular e direção: Perigo para os motoristas

 Usar o telefone está entre as maiores causas de acidentes de trânsito.
  
O que parece ser útil e indispensável, pode ser fatal. O uso do celular hoje em dia é muito comum, porém é necessário ter cuidado com os momentos propícios para checar as novas mensagens ou fazer uma ligação. 

Dados divulgados pela Associação Brasileira de Medicina de Tráfego – Abramet, dizem que os acidentes por uso de celular já são a terceira causa de mortes no trânsito no país. A distração faz as pessoas desviarem o olhar da estrada em média 23 segundos para responder mensagens, ou até 8 segundos para atender uma chamada. Nesse período, o motorista perde a visão periférica e desvia a atenção da pista.

Independente da velocidade do veículo, metros serão recorridos às cegas, e a pessoa estará exposta a obstáculos na pista ou surpresas que necessitam uma reação rápida. Normalmente a resposta ocorreria em 0,75 segundos. Com o celular, o motorista pode chegar a reagir em 1,50 segundos, o que é tempo suficiente para a causa de um acidente. Além disso, depois de soltar o celular, a pessoa ainda fica alguns segundos, ou até minutos, refletindo sobre o que viu ou conversou. Ao direcionar a atenção seletiva para outro lugar que não seja a direção, o cérebro entra em um modo automático. É comum até o motorista não se lembrar dos trechos percorridos enquanto usava o aparelho.

Portanto, parar o veículo para usar o celular, ou até mesmo as funções dos painéis digitais e Bluetooth, é uma ação de segurança e cuidado não só com você mesmo, mas com todos os que estão na estrada ao seu redor. Lembre-se também que se pego em flagrante, você estará sujeito a multa com pontos na CNH. Ter uma boa viagem também depende, e muito, do próprio motorista!

10/05/2018

Motoristas e caminhões IVECO prontos para a segunda etapa da Gincana do Caminhoneiro 2018

Feira de Santana (BA) recebe a competição, que vai premiar o vencedor com um modelo semipesado 0KM da montadora.
A primeira etapa da Gincana do Caminhoneiro aconteceu em Montes Claros (MG) e classificou os três primeiros finalistas. Agora, chega a vez da Bahia receber a maior competição das estradas no Brasil. A segunda etapa do evento, que tem como prêmio um IVECO Tector, será em Feira de Santana, de 18 a 20 de maio.
Caminhoneiros de todo o país já estão a caminho da cidade baiana para encarar as provas de habilidades ao volante, a bordo do semipesado Tector, que se destaca pela potência e versatilidade. "Nossa frota de demonstração inclui ainda o Tector Auto-Shift, semipesado com transmissão automatizada, e o Hi-Way, que estarão à disposição dos caminhoneiros para testes", destaca Maurício Correa, gerente de Marketing da IVECO.
Representantes das marcas do Grupo CNH Industrial, como FPT Industrial, Banco CNH Industrial e o setor de Peças da montadora, fazem parte do time de apoio da IVECO e estarão à disposição dos visitantes para mostrar as condições especiais na aquisição de produtos e serviços. A concessionária IVECO Possoli reforça a equipe comercial da marca.
O evento oferece uma série de ações de entretenimento e saúde, além de iniciativas de utilidade pública, como a divulgação do aplicativo Paradas de Estrada. O app disponibiliza informações sobre as paradas de todo o Brasil, com dados precisos e atualizados sobre locais para descanso, refeições, abastecimento e outros serviços necessários a quem está nas estradas.
"Entre as novidades apresentadas nessa edição da Gincana, temos também a Barbearia Peças IVECO, onde os caminhoneiros poderão utilizar, gratuitamente, os serviços de corte de cabelo e barba, em um ambiente climatizado e profissional", completa o executivo.
A próxima etapa será em Rondonópolis (MT), de 29 de junho a 1º de julho.

Gincana do Caminhoneiro 2018:

2ª etapa – Feira de Santana (BA)
Data: de 18 a 2o de maio
Horário: 8h às 18h
Local: Posto São Gonçalo 4
Endereço: BR 324

08/05/2018

Carboni foi sucesso na Expo Femi 2018

Carboni Iveco montou stand na feira em parceria com a Compasi Randon.
A Carboni Iveco participou da ExpoFemi 2018 com uma megaestrutura montada em parceria com a Compasi Randon. O evento em Xanxerê/SC durou nove dias, de 28 de abril a 06 de maio, nos quais uma programação especial foi apresentada aos visitantes do stand, incluindo degustação de receitas do Quintal da Brasa, com o Cheff Silvio Moratelli, e também preparações do Cheff Mueller. Para animar, teve muita música ao vivo e a oportunidade de fazer bons negócios.
Marcelo Velloso, gerente comercial da Carboni Iveco para Chapecó e região, comenta que foi uma feira que exigiu bastante trabalho e empenho em equipe, mas os resultados foram muito satisfatórios. “A ExpoFemi foi um palco de bons negócios. Tivemos sucesso na nossa ação, principalmente por ter recebido confortavelmente todos os nossos visitantes. Quem veio ao nosso stand pôde ver quem é a Carboni e o relacionamento que temos com os clientes, que acabam se transformando em amigos”, diz. Ele afirma que tem recebido apenas bons comentários sobre a atenção dada pela Carboni Iveco não só durante o evento, mas no dia a dia da concessionária. “Muitas pessoas que não puderam vir me disseram que ouviram falar sobre o baita evento que realizamos, onde seus companheiros comeram comida diferente, ouviram boa música e aproveitaram excelentes ofertas”, agrega.
O cliente Neudi Agazzi, de Ipumirim, concorda. “Realmente vocês estão de parabéns, primeiro pela união que fizeram com a Random, uma ideia muito interessante, e também pelo stand e o atendimento excepcional que vocês ofereceram”, diz. Sobre o que ele mais gostou da programação do stand, comenta: “Aqui está tudo bom. Principalmente a comida excelente, preparada por Cheff de cozinha de primeira”, afirma. A Agazzi é cliente Iveco há 4 anos, e demonstra total satisfação com a marca. “Estamos tendo um resultado excelente, com média muito boa e um relacionamento firme com a concessionária Carboni”, finaliza.
O motorista Douglas Tortelli, da DL Transportes, também esteve presente no stand da Carboni e Compasi na ExpoFemi. “Esta feira é uma grande atração não só na região, mas no Sul do Brasil. Vim prestigiar a Iveco pois tenho experiência grande na área de logística, e os seus caminhões têm evoluído muito ao longo dos anos. Não tem do que reclamar, pois são 100% conforto, média e potência. Acredito muito na marca”, afirma. Sobre a recepção no stand, foi só elogios. “A equipe da Carboni é nota 10. São muito atenciosos, tratam bem a todo o mundo. É o que mais nos interessa, que sejamos bem recebidos, fazer amizade e criar vínculos”, diz.
Valmir Baldissera, da Cetric, conta que é a primeira vez que vai à ExpoFemi. “Gostei muito. Está bem movimentada, o que representa certamente uma retomada da economia. Aqui no stand me senti muito bem, a comida estava muito boa e a música também”, diz. Ele comenta que trabalha com caminhões de diferentes marcas, mas agora está unificando sua frota com a marca Iveco. “Está dando resultado, principalmente em economia. Os caminhões Iveco tem uma robustez incrível e exigem pouca mecânica”, afirma. Ele também é cliente de pneus Bridgestone e conferiu os produtos da marca que estavam expostos no stand junto à Carboni Iveco e Compasi Randon. “Estou começando a selecionar as marcas com as quais trabalho, e a Iveco e Bridgestone estão nessa jogada”, explica.
Um jantar especial com temática da Espanha foi oferecido aos clientes da Carboni Iveco durante a ExpoFemi. O prato estrela foi uma paella espanhola preparada pelo renomado Cheff Mueller, e a música animada esteve nas mãos da banda Caramba Trio. A ideia do jantar foi fazer uma alusão à atual promoção do Consórcio Iveco, “Hola Espanha!”, na qual o cliente ganha uma viagem à Madrid e Barcelona ao comprar uma cota do Iveco Tector.                        
Sirlei Carraro Morgan, que representa as empresas Morgania Química, CSM Produtos Químicos e Marechal Transportes, é cotista do Consórcio Iveco e já participou de diversas viagens com o grupo. “Meu marido e meu filho foram na última, e nas anteriores eu estive junto com a turma de vários amigos que sempre viajamos juntos. As viagens com o Consórcio Iveco tem sido umas das melhores que fizemos, pois eles prestam toda a assistência necessária e dão todo o suporte, o que torna tudo muito confortável”, afirma. Sobre o stand da Carboni na ExpoFemi, ela conta que foram muito bem recebidos. “Viemos fazer a visita, encontramos vários expositores e coisas interessantes. Também fizemos compras e aproveitamos a festa bacana, comida boa e chopp. Foi tudo bem agradável”, diz. Ela conta que há muitos anos trabalham com caminhões Iveco. “De minha parte da Morgania Química, só temos Iveco. Sempre fomos bem atendidos, sem nenhum problema em concessionárias por todo o Brasil. Quando precisamos de alguma coisa, recorremos à Carboni Iveco de Chapecó e eles sempre nos ajudam. É uma parceria que tem dado certo”, finaliza.

A festa da Carboni Iveco e da Compasi Randon na ExpoFemi também contou com gravações do programa “Pé na Estrada”, com Pedro Trucão, e transmissão ao vivo dos programas “Debate Esportivo” da Chapecó e “Tarde Tropical”, da Tropical FM. A música contou com as bandas Akustikera, Caramba Trio, DJ Juninho Guedes e as duplas Beto & Julio e Junior &Patric.

05/05/2018

DL Transportes é Cliente de Potência da Carboni Iveco

Série destaca principais clientes da rede Carboni Iveco em Santa Catarina.
Mais um Cliente de Potência deixou seu depoimento para a Carboni Iveco. Desta vez foi o amigo Leandro Pegoraro, sócio proprietário da DL Transportes, que bateu um papo com o gerente da Carboni Iveco de Chapecó, Marcelo Velloso. 
Leandro conta que a DL Transportes nasceu em 2000, porém a paixão pelos caminhões e pela estrada vem de muito antes, desde os anos 70, graças ao seu pai. “Tanto eu quanto meus irmãos crescemos aprendendo na prática. Parece até que temos sangue de óleo diesel, pois na cabeça era só trabalhar com caminhão”, comenta. 
Ele lembra que o primeiro caminhão Iveco novo de sua frota foi comprado em 2013. “Hoje a frota conta com 31 caminhões pesados, com especialidade em transporte de contêiner. Sentimos toda a diferença dos caminhões Iveco na estrada e no papel. Mês passado, a melhor média foi de um Iveco, que rodou 18 mil quilômetros, sendo 15 mil km carregado, fazendo 2,8 km/L. Se duvidarem, tenho como comprovar”, afirma. 
Ele agrega que a preferência pela marca não é só pelo excelente desempenho dos caminhões, mas também é graças ao serviço de Pós-venda da Carboni. “O atendimento é um dos melhores. Sempre fui muito bem recebido, fiz uma porção de amigos e na Carboni Iveco a gente sempre se sente em casa”, diz. Ele também citou o apoio do Banco CNH para sua empresa. “Quem acreditou em nós e nos amparou na parte financeira para a construção da frota foi 60% o financiamento do Banco CNH”, comenta. A entrevista foi feita dentro de um caminhão Iveco 440 carregado de potência.

Assista ao vídeo: